TÉCNICA DE CORRIDA: O CASO DA PRISCAH JEPTOO

Tempo de leitura: 1 minuto

Artigo traduzido por Bruno Matoso . O original está aqui.

Sua técnica de corrida pode ajudá-lo a ser um corredor mais eficiente e mais rápido e evitar lesões.

Mesmo assim, não há apenas uma técnica de corrida para cada corredor, há noções gerais e erros comuns a serem evitados que podem nos ajudar a nos tornar corredores mais eficientes.

No entanto, para ser um excelente corredor, você não precisa ser perfeito, pois você pode ter uma excelente técnica de corrida, mas uma baixa resistência; ou você pode ter uma técnica de corrida ruim e muitas outras virtudes que permitem que você se destaque.

PRISCAH JEPTOO
Felizmente, nosso corpo tem uma capacidade de adaptação e, por essa razão, Priscah Jeptoo, uma corredora queniana com uma técnica muito particular, conseguiu se tornar uma das maratonistas mais rápidas do mundo.

Priscah Jeptoo nasceu em 1984 e ganhou as maratonas de Nova York, Paris, Turim e Londres até agora.

Sua melhor marca na maratona é 2:20:14, uma diferença de quase cinco minutos em comparação com o recorde mundial estabelecido por Paula Radcliffe.

 

TÉCNICA DE JEPTOO
Caso você não a conheça e não saiba como ela funciona, nós convidamos você a ver este vídeo no qual você observará que:

 

– Seus joelhos se dobram mais perto de sua linha média.
Sua tíbia (sua parte inferior da perna) se inclina para fora excessivamente.

Sem dúvida, o poder de adaptação do corpo de Priscah Jeptoo permite que ela corra em alta velocidade, mesmo que ela aplique uma técnica que cause uma lesão grave nos joelhos de qualquer pessoa.

No entanto, isso não significa que você não precise trabalhar em sua técnica para evitar danificar suas pernas, além de não afetar seu desempenho. Muitos corredores culpam este esporte bonito pela dor que geralmente surge de uma técnica de corrida ruim.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *